Jornalista formado pela Unesp. Experiência em cobertura de política, cidades e empresas/negócios, com passagens em redações de TV (TV Tem Bauru) e jornal impresso/portal ( O Estado de S. Paulo)

Só 7% dos deputados e senadores abrem mão de auxílios para moradia - Política

As eleições do ano passado proporcionaram a maior taxa de renovação do Congresso Nacional dos últimos 30 anos, em torno de 50%, mas não interferiram em algumas práticas tão combatidas pelos novos parlamentares durante a campanha. O auxílio-moradia, concedido por ambas as Casas, é um exemplo disso: só 7% deputados e senadores (43 dos 594) abrem mão atualmente do uso do imóvel funcional ou de repasses em dinheiro para pagar as noites em que passam em Brasília. O custo desses auxílios mensais prev

Quem é o deputado Hélio Lopes, conhecido como Hélio Negão? - Política

No centro da desavença entre o presidente Jair Bolsonaro e a Polícia Federal do Rio de Janeiro, o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), que usou o “codinome” de Hélio Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018, é amigo de longa data do presidente. Na terça-feira, 10, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, mandou a PF investigar uma suposta inclusão fraudulenta do nome do deputado em um inquérito sobre crime previdenciário. O ministro determinou “a imediata apuração dos fatos no âm

CPI da Lava Toga: o que é e qual seu objetivo? - Política

A tentativa de uma ala do Senado Federal de criar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o “ativismo judicial” de autoridades de tribunais superiores, especialmente ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), tem sido alvo de discussões desde o início da atual legislatura. Conhecida como “CPI da Lava Toga”, a comissão tem gerado ruídos dentro do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Por que a CPI gerou uma crise dentro do PSL? Uma articulação do senador Flávio Bolsona

Jean Wyllys dará aulas sobre fake news e discurso de ódio em Harvard - Política

O ex-deputado Jean Wyllys começará a dar aulas como professor e pesquisador residente na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A residência será no Instituto de Pesquisa Afro-Americanos da Universidade e deve durar um semestre. Wyllys ministrará aulas sobre e discursos de ódio contra minorias sexuais e étnicas. Segundo sua assessoria de imprensa, o ex-parlamentar já se encontra em Cambridge, cidade em que se localiza Harvard, e deve começar a residência nos próximos dias. Na segunda-feir

Felipe Neto sobre ataques nas redes: ‘É o modo de operar desse desgoverno’ - Política

Após ser alvo de ataques e de bolsonaristas e deputados do PSL nas redes sociais ao comprar e distribuir 14 mil exemplares de livros com temática LGBT+ na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, no último fim de semana, o youtuber Felipe Neto afirmou que esse “é o modo de operar desse desgoverno” e que é preciso investigar os ataques à sua reputação. “Quando isso for investigado a fundo, muita gente poderosa vai cair”, disse. A hashtag #FelipeNetoLixo é o assunto mais comentado no Twitter nesta segun

Rotina de CEO tem exercício cedo e reunião até no almoço

ESPECIAL PARA O ESTADO O relógio ainda não marcava 6h30 da manhã quando o estudante Caio Tonon, de 23 anos, chegou ao Parque do Povo, na zona oeste de São Paulo, com trajes de esporte e um sorriso no rosto, apesar do frio e da leve chuva na manhã da última segunda-feira, 2. Era o início do seu dia ao lado de Ubirajara Freitas, CEO da Tegra Incorporadora. “Meu dia começa às 6h da manhã com uma atividade física. O pessoal achou um pouco cedo e eu marquei às 6h30. Demos o azar de estar chovendo e

‘Ruído entre Bolsonaro e Moro é inevitável’, diz analista - Política

Os recentes atritos entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, externados pelo presidente em declarações públicas - por exemplo, quando afirmou que Moro “não tem mais a caneta na mão”, como na época em que era juiz federal, e que “quem manda” na Polícia Federal é ele -, são inevitáveis. É o que analisa o professor de Direito Penal da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Davi Tangerino. “Existe um conflito de interesse potencial entre Bolsonaro de um la

STF já arquivou 2/3 da delação da Odebrecht - Política

Dois ex-executivos da Odebrecht relataram com detalhes à força-tarefa da Lava Jato como negociaram pessoalmente com o senador Fernando Collor (PROS-AL) o pagamento de R$ 800 mil para a campanha dele ao governo de Alagoas em 2010 via caixa 2. Entregaram o plano de voo da aeronave com o qual foram de Salvador a Maceió e disseram que o encontro ocorreu no apartamento do próprio parlamentar no dia do aniversário dele: 12 de agosto. Essa história veio à tona em 2017, em meio à estrondosa delação da

A cada sete dias, pelo menos um funcionário deixa o governo Bolsonaro - Política

Após a exoneração de Roberto Leonel, presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Jair Bolsonaro segue com a alta rotatividade de cargos públicos em seus quase 250 dias na Presidência. Para além da dança das cadeiras na nova Unidade de Inteligência Financeira (UIF), o nome mais recente adicionado à lista de pelo menos 34 demissões - uma a cada sete dias - , de acordo com levantamento do Estado, é o do subsecretário-geral José Paulo Ramos Fachada, o “número 02” da Receita

PSDB de São Paulo formaliza pedido de expulsão de Aécio - Política

Depois do diretório municipal do PSDB, ontem foi a vez do diretório estadual tucano formalizar um pedido de expulsão do deputado Aécio Neves do partido. Os pedidos serão levados ao Conselho de Ética da sigla. O diretório municipal de São Bernardo do Campo, sob a influência do grupo político do prefeito Orlando Morando, também formulou um pedido de expulsão do mineiro. A decisão do diretório estadual, que está na área de influência do governador João Doria, ocorreu às vésperas da reunião da exec

Coordenador da Lava Jato, Deltan responde a 10 reclamações no Conselho do MP - Política

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitibia, é alvo de um processo administrativo disciplinar e outras 11 reclamações disciplinares - uma já arquivada - protocoladas no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O processo administrativo e duas das reclamações disciplinares foram objeto de discussão na sessão da última terça-feira, 13, no CNMP. O conselho decidiu desarquivar a reclamação disciplinar contra Deltan e o procurador Roberto Pozz

Como funciona o monitoramento por tornozeleira eletrônica?

O ex-ministro e delator da Operação Lava Jato Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016, obteve nesta segunda-feira, 05, progressão de pena para o regime aberto. Em novembro de 2018, ele há havia migrado para o regime semiaberto. O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, no entanto, determinou que Palocci continue usando a tornozeleira eletrônica. Outros presos conhecidos da Lava Jato também usam a tornozeleira, como o doleiro Alberto Youssef, o ex-deputado Rodrigo Roch

Coaf, Moro e segunda instância: as pautas do STF para o segundo semestre - Política

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou nesta quinta-feira, 1º, suas atividades após o recesso do Judiciário do meio do ano. Para este segundo semestre, a Corte prevê julgar temas como o compartilhamento de dados de órgãos de controle, como o Coaf, com o Ministério Público, o porte de drogas para o consumo e a validade da tabela de fretes. Também está previsto, ainda sem data marcada, o julgamento pela Segunda Turma, da suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérg

Caso OAB: Bolsonaro comete crime de responsabilidade? - Política

Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações polêmicas, que foram alvo de críticas de opositores, entidades e até mesmo de aliados, como o governador de São Paulo João Doria. Na segunda-feira, o presidente afirmou que poderia “dizer a verdade” sobre o desaparecimento do pai de Felipe Santa Cruz, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que morreu durante a ditadura militar. No dia seguinte, Bolsonaro afirmou que os documentos da Comissão Nacional

Perguntas e respostas sobre o Foro de São Paulo - Política

Alvo constante de críticas de bolsonaristas, o Foro de São Paulo inicia a sua 25ª edição anual nesta quinta-feira, 25, em Caracas, na Venezuela. Criado em 1990, o evento ocorreu pela primeira vez no hotel Danúbio, em São Paulo, e reúne os principais partidos e movimentos de esquerda da América Latina. Na última segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro foi ao Twitter para criticar a reunião. “Membros do Foro de São Paulo, criado por Fidel Castro, Lula, FARC, entre outros partidos de esquerda e

Deputados eleitos devem cumprir mandato, afirma RenovaBR - Política

Ainda que nomes como o da deputada Tabata Amaral (PDT-SP) tenham ganhado projeção após enfrentar o partido e votar pela reforma da Previdência, deixar o mandato e disputar as eleições de 2020 contraria o que grupos de renovação política como o RenovaBR – do qual a parlamentar faz parte – preveem para quem passa por seus cursos de formação. “Afastar-se do mandato para disputar outra eleição enquanto desempenha seu primeiro mandato eletivo representa um descompromisso com nossa instituição”, afir

'Pretendo beneficiar, sim': Relembre momentos em que Bolsonaro saiu em defesa dos filhos - Política

Na quinta-feira, 18, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a indicação de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), como embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Em sua live semanal no , ele rebateu as acusações de que estava favorecendo o filho. “Pretendo beneficiar filho meu, sim. Se eu puder dar um filé mignon ‘pro’ meu filho, eu dou, mas não tem nada a ver com o filé mignon essa história aí. É aprofundar o relacionamento com a maior potência do mundo”, afirmou o pres

As investidas da defesa de Flávio Bolsonaro contra a investigação do caso Coaf - Política

A defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) já recorreu ao menos cinco vezes ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF) para anular, suspender ou questionar a investigação conduzida pelo Ministério Público fluminense sobre o suposto esquema de repasse de salários de funcionários fantasmas em seu gabinete enquanto era deputado estadual no Rio de Janeiro. Os pedidos foram negados duas vezes pelo desembargador Antônio Carlos Nascimento Amado, relator do
Load More Articles
Close